RSS

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

EU QUERO É DEUS!





Mensagem do Ap. Chuck Pierce: 40 Dias para Revisar, Renovar, Receber Nova Vitalidade e Seguir Adiante em Direção às Promessas da Próxima Temporada! (Dias 22-27)1
Dia 22
Hoje vamos identificar as mentalidades que roubam nossa herança. Muitas coisas podem bloquear o fluir das bençãos de Deus em nossas vidas. Utilize as escrituras que estão incluidas em cada ponto como sua leitura e meditação diária. Em uma escala de 1-10, classifique você mesmo para saber quão predominantes esses raciocínios estão em sua vida. Mesmo que a lista abaixo não seja abrangente, fornece diversas possibilidades a serem consideradas conforme você começa a re-estabelecer tua porção do Reino.

Ignorância. Frequentemente nós, cristãos, simplemente não sabemos que Deus tem uma herança para possuirmos, não entendemos questões de aliança ou o processo da vida espiritual. Outro aspecto sobre a ignorância refere-se à revelação que o Espírito Santo está trazendo na temporada atual. O inimigo anseia em nos prender no ontem. Se permanecermos agarrados ao que o Espírito Santo estava revelando ontem que não conseguimos seguir adiante, corremos o risco de nos colocarmos debaixo de um espírito religioso e perder a revelação do dia atual. O Espírito Santo nos traz revelação para que tenhamos sabedoria de como desmantelar a autoridade do inimigo sobre a terra. Portanto, se resistimos o espírito da verdade, o qual nos capacita a receber novo poder contra Satanás, caímos na armadilha do inimigo.

Mentalidade de Pobreza. A mentalidade de pobreza impede que entremos em nosso potencial completo. Aqueles presos por expectativas de pobreza nunca olham além do estreito escopo da falta imediata, para encontrarem as ricas promessas de Deus para o futuro. Se nossa expectativa é viver em pobreza ou miséria, física ou espiritualmente, não ficamos desapontados. Pobreza diz, "Deus não é capaz!" A mentalidade de pobreza não está somente conectada com possessões, mas com toda questão de suprimento em nossas vidas, incluindo questões como relacionamento com Deus e com outros. "Ao que distribui mais se lhe acrescenta, e ao que retém mais do que é justo, é para a sua perda." (Pv 11:24) Se temos uma mentalidade de pobreza, a tendência é resistirmos ofertar porque pode ser que não sobrará o suficiente para nós. Entretanto, a palavra de Deus diz que uma mentalidade como essa na verdade levará à pobreza. Temos que agir corretamente em relação a nossos dízimos e ofertas se queremos sair da pobreza! Outra questão sobre a pobreza é encontrada em Provérbios 21:5, que diz, "Os pensamentos do diligente tendem só para a abundância, porém os de todo apressado, tão-somente para a pobreza." Você tem que aprender a esperar no Senhor! Esperar significa ver a porta da oportunidade aberta para você. Se você se apressar e sair do tempo de Deus, perde tua porta de oportunidade e continua em pobreza.

Falsa humildade. É um pouco diferente da mentalidade de pobreza. Falsa humildade faz com que digamos, "Sei que Deus tem mais para mim, mas eu simplemente não mereço". Nenhum de nós merecemos tudo que Deus nos dá. Todos estamos aquém das expectativas. Porém, por Sua graça e amor por nós, e porque Ele tem uma aliança conosco, o Senhor nos oferece vida em abundância – não importa de onde você tenha vindo. Falsa humildade contradiz confiança e ousadia. Confiança e ousadia estão conectadas com fé e crença no evangelho do Senhor Jesus Cristo. A Igreja Primitiva foi uma igreja audaciosa. Falsa humildade não é nada mais do que orgulho disfarçado. Também está conectado com um espírito religioso que nos prende em vergonha indevida (de novo voltamos à mentalidade de "Eu não mereço"). Romanos 1:16 nos diz para " não nos envergonharmos do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê."

Ociosidade. Mesmo achando que não merecemos, alguns de nós pode não querer lidar com a responsabilidade da herança. Lucas 12:48 diz que a qualquer que seja dado, muito mais se lhe pedirá. Não tomamos posse de nossa herança somente para nosso próprio benefício. Quando entramos em total aliança com Deus, Ele pedirá que usemos a herança que tomamos posse para avançar Sua aliança com a terra. Assim como na parábola dos talentos que Jesus dá em Mateus 25, espera-se que peguemos aquilo que Deus nos dá e ampliemos Seu Reino com isso. Em Provérbios 15:19 lemos que o caminho do homem preguiçoso é cercado de espinhos. Provérbios 22:5 diz que espinhos e laços estão no caminho do perverso. Ociosidade ou preguiça estão conectados com perversidade e mêdo. Provérbios 20:13 diz, "Não ames o sono, para que não empobreças; abre os teus olhos, e te fartarás de pão." Se não resistirmos e nos libertarmos da preguiça, seremos levados à pobreza. Se nos livrarmos desse espírito, começaremos a ver um novo nível de suprimento.

Medo. Algumas pessoas não querem correr o risco que pode ser necessário para possuir sua herança. Conheço um casal que, depois de perder uma criança através de um aborto natural, ficaram tão devastados pela experiência que decidiram não tentar mais ter outras crianças simplesmente pelo medo de que a mesma coisa acontecesse novamente. Medo pode ser uma força que nos prende e imobiliza e nos impede de até mesmo tentar alcançar um futuro ainda desconhecido, que está além de nossas presentes circunstâncias. Peça a Deus para quebrar a coluna de qualquer medo que te imobiliza.

Presunção. Satanás adora nos capturar em pelo menos uma destas duas situações: descrença ou presunção. Muitos caem na velha armadilha ao presumir que sabem o que Deus tem para eles e como Ele quer atingir Seus propósitos. Ninguém consegue saber exatamente o que Deus tem armazenado para cada um de nós. Pessoas que receberam palavras proféticas frequentemente começam a atuar de maneira a fazer com que a profecia aconteça, somente para serem terrivelmente desapontados. Mesmo que, no geral, saibamos onde o Senhor quer nos levar, devemos permitir que Ele prepare nosso caminho para chegar lá. Além disso, devemos estar preparados de que nosso "lá" pode não ser exatamente o que imaginamos. Os caminhos de Deus estão além de nós e Seu plano de redenção e herança em nossas vidas é muito mais completo e perfeito do que qualquer plano que possamos preparar por nós mesmos.

Feridas passadas. Assim como o mêdo, feridas antigas também podem nos imobilizar. Se achamos que fomos tratados injustamente, talvez não sejamos capazes de crer em Deus ou outros o suficiente para permanecermos em nosso lugar de aliança. Devemos chegar a um lugar de perdão e então permitir que Deus cure e alivie aqueles lugares onde estivemos muito feridos para seguir adiante. Se não fizermos isso, nunca possuiremos nossa herança.
Rebelião e problemas com autoridade. Não podemos garantir nossa herança até que nossa estrutura de autoridade esteja posicionada. Isso significa que Deus está no trono de nossas vidas e que nos submetemos não somente a Ele mas também àqueles que estão em autoridade sobre nós aqui na terra. Se temos um problema com rebelião e com submissão a estruturas bíblicas de autoridade, devemos pedir ao Senhor para nos revelar a raiz do problema para que possamos nos livrar disso. Deus não pode nos levar à nossa herança se recusarmos a seguir!
Depois de você ter revisado essas mentalidade, declare que você terá a mente de Cristo e vencerá qualquer fortaleza que está te segurando cativo!
Dia 23
Estou muito feliz em anunciar que a versão revisada do livro "Possessing Your Inheritance" (Tomando posse de sua herança) foi publicada. Esse foi o primeiro livro que escrevi e ainda é o meu favorito. Rebecca Wagner Sytsema escreveu esse livro comigo. Nesta versão atualizada, incluimos uma introdução e também revelação profética em cada capítulo. Nesse livro há um dos melhores capítulos sobre "Quebrando o poder de iniquidade geracional". Abaixo descrevo um sonho denominado "É tempo do orvalho" que está incluido no livro. Estamos com um bom desconto neste novo livro em nosso website, onde você também encontrará nosso novo CD de músicas que foi liberado hoje: Seeing Beyond! (Vendo Além).
"Porque haverá sementeira de paz; a vide dará o seu fruto, a terra, a sua novidade, e os céus, o seu orvalho; e farei que o resto deste povo herde tudo isso" (Zc 8:12). Sonhei recentemente que estava caminhando através de uma neblina grossa e azul. Perguntei ao Senhor o que era essa neblina e ouvi o Senhor dizendo, "É orvalho. Você entrou em uma nova estação; é o tempo do "orvalho". Sabendo que a cor azul na Palavra de Deus significa verdade, percebi que Deus estava tentando liberar uma revelação da verdade para hoje. Comecei então a estudar "orvalho" e creio que o Senhor revelou muitas correlações entre os efeitos do orvalho na terra e como Ele deseja nos levar para nossa próxima manifestação de Sua glória.

Orvalho renova a face da terra. Durante a noite quando o orvalho cai sobre a terra, a vegetação é nutrida e cresce. Sem orvalho, secura e desolação se estabelecem, inibindo grandemente o processo de crescimento. O mesmo é verdade sobre a renovação no Senhor. Somos renovados dia após dia, o que significa que uma renovação restauração e transformação constante está acontecendo em nossos corações e vidas. Assim como o orvalho restaura e renova a terra, o Espírito Santo nos restaura e nos renova. O orvalho de renovação também traz uma mudança completa do coração. O orvalho, apesar de ser uma fina neblina, frequentemente é suficiente para suavizar um solo duro e normalmente estéril. Esse é o mesmo conceito do novo odre, amaciado com óleo. O Espírito Santo, o agente restaurador de Deus na terra, pode transformar e restaurar através do calmo inundar espiritual do orvalho da renovação. Ele somente necessita de nosso cooperação, através de obediência e relacionamento submisso com Ele, para nos inundar novamente com o orvalho da restauração.

O orvalho celestial provê força para seguir adiante. O orvalho é liberado quando tudo está calmo. Não se ajunta quando há calor ou vento. Quando a temperatura cai, o ar chega a um ponto de descanso, então o orvalho começa a cobrir a terra. Descanso ocorre quando entramos no perfeito desejo de Deus. Se ficarmos calmos diante de Deus, receberemos revelação e estratégia para seguir adiante fora de brigas, ansiedades e guerras que minaram nossa força na temporada passada. O oposto de calmaria é pressa. Pressa leva à pobreza e herança perdida porque nos equivocamos ou não estamos dispostos a esperar pela estratégia de Deus para nosso próximo passo.
O orvalho do Espírito Santo transmite poder de superação. "e os seus céus destilarão orvalho… Assim, os teus inimigos te serão sujeitos, e tu pisarás os seus altos" (Dt 33:28, 29). Ao apropriarmos o poder de Deus através do Espírito Santo (que nesta passagem está representado pelo orvalho), teremos autoridade de destronar os planos do inimigo para nos afastar de uma vida completa e espiritual. Altos lugares na Bíblia são frequentemente relacionados com lugares de pecado e iniquidade; lugares de altares idólatras. Todos nós temos ou tivemos altos lugares em nossas vidas cheios de pecado e iniquidade, às vezes até passados para nós através de gerações. O orvalho do Senhor, usado aqui como uma figura de limpeza, purificação, nos dá o poder de pisar os altos lugares e derrotar velhos inimigos que estavam lá. Esse poder de superação permite que Deus quebre nossa conformidade aos padrões deste mundo, e restaura nossas mentes. Ele é capaz de substituir velhos enganos que nos fizeram falhar no passado, por um novo sistema de crença que nos levará ao sucesso
O orvalho refrescante do Senhor revela novo suprimento e provisão. "Deus te dê do orvalho do céu, e da exuberância da terra, e fartura de trigo e de mosto. `...Então lhe respondeu Isaque, seu pai: Longe dos lugares férteis da terra será a tua habitação, e sem orvalho que cai do céu'" (Gn 27:28, 39). Quando Isaque abençoou Jacó, igualou o orvalho do céu à prosperidade material que Jacó iria receber. Assim como a chuva, orvalho era, nos tempos bíblicos, observado como presente de Deus, trazendo boa colheita e provendo comida. Quando os israelitas perambularam no deserto, vemos que Deus supriu suas necessidades todas as noites enquanto caía o orvalho. "Era o maná como semente de coentro, e a sua aparência, semelhante à de bdélio. Espalhava-se o povo, e o colhia, e em moinhos o moía ou num gral o pisava, e em panelas o cozia, e dele fazia bolos; o seu sabor era como o de bolos amassados com azeite. Quando, de noite, descia o orvalho sobre o arraial, sobre este também caía o maná" (Nm 11:7-9). Portanto, orvalho veio para simbolizar suprimento e provisão, renovados a cada manhã. Ao seguirmos a liderança do Senhor, Seu orvalho também derramará novo suprimento e provisão em nossas vidas, assim como foi feito com os filhos de Israel.
O favor do Senhor é "como o orvalho sobre a erva" (Pv 19:12) Favor significa prazer, desejo, deleite, estar satisfeito com ou favorável em relação a alguma coisa. Quando Deus está satisfeito conosco, Seu favor descansa sobre nós. Favor é muito similar a graça e glória. Quando respondemos à soberana mão de Deus, Ele começa a derramar Seu favor sobre nós. Seu favor pode nos fazer executar coisas na terra e nos dá acesso a lugares que não tivemos acesso previamente. O oposto de favor é opróbrio, que significa ser achado com falta, culpa, crítica, desaprovação ou descrédito. Quando o favor de Deus vem sobre nós, Ele remove condenação, julgamento, falhas, erros do passado – lugares onde o inimigo trouxe opróbrio em nossas vidas. Mudamos de desaprovação para favor
Orvalho não é permanente. Orvalho cai durante a noite quando tudo está quieto e calmo. Assim que a nova manhã desperta, entretanto, o orvalho começa a evaporar. Nossas temporadas, assim como o orvalho, são um processo de seguirmos de glória em glória. Não podemos nos acomodar a tudo que o orvalho traz e esperar que dure além do tempo que Deus permite. Os filhos de Israel receberam maná suficiente para um dia. A terra recebe somente o orvalho suficiente para ser renovada por uma curta temporada. Da mesma maneira, não podemos nos permitir acomodarmos em nosso atual estado de glória. Se fizermos isso, veremos que Deus está se movendo de uma nova maneira, ou nos interrompendo com uma circunstância, problema ou até mesmo uma visão que não podemos controlar ou planejar com nosso atual entendimento.
Temos que seguir para nosso próximo lugar de glória, e para isso temos que receber nova revelação de Deus. Se você está em um lugar de confusão, ouça a voz de Deus para receber as instruções necessárias que trarão uma nova ordem para sua vida e circunstâncias. Não tenha mêdo de mudanças! A glória de Deus cai como orvalho!
Leia Gênesis 24-26. Medite em Isaías 30:15a. Memorize Tito 3:5.
Dia 24
Aqui está o que minha esposa escreveu quando pedi para que ela compartilhasse o que o Espírito de Deus estava lhe falando: "Hoje pela manhã eu estava lá fora debaixo da chuva, depois que o Chuck saiu para o escritório. Conforme a umidade, que na verdade precisávamos, ensopou minha camiseta, olhei para o céu e disse, `Senhor, porque toda essa chuva? Isso está realmente fazendo tudo mais difícil para a Conferência Head of the Year (Princípio do Ano) no terreno.' Não tive que esperar muito tempo pela resposta de Deus em meu espírito. O Senhor disse, `Você não tem escolha quando Eu decido acabar com a seca nesta região.' Bom, essa é uma explicação suficiente para mim! A lama, apesar de incoveniente para nós, é o menor dos obstáculos no plano de Deus para a terra e para Seu povo. Creio que todos temos oportunidade de agradá-lo com nossa resposta ao clima nos próximos dias. Eu, por exemplo, estou usando jeans e minhas botas de chuva!"
Meu filho Joseph entrou no meu escritório logo após eu ter lido o e-mail da Pam. Ele e o Ethan, meu filho de dezessete anos, participaram da vigília da 1 às 3 da Manhã na tenda que está em nosso terreno. Enquanto estavam lá, olharam para cima e viram um beija-flor dentro da tenda. Enquanto Joseph estava me contando isso, Pam me ligou e disse, "Você não sabe, estou olhando a chuva pela janela da cozinha e estou vendo um beija-flor flutuando no ar e olhando para mim!" Eu tive então que buscar o significado profético disso, e aqui está: "Sucesso rápido, mesmo de um pequeno começo, será doce como o mel."
Isso é o que ouço o Senhor dizendo para cada um de nós ao terminarmos essa temporada de dez anos. Peça-Lhe que sua sêca termine! Deixe que Ele lhe envie refrigério da maneira e no tempo dele. Então, em meio ao novo que está ao teu redor, não despreze os pequenos começos. Levante teus olhos e OLHE ao teu redor, pois há sinais bem perto de você. A temporada adiante é sobre


OLHANDO ALÉM E VENDO O QUE VOCÊ NÃO PODE VER NA TEMPORADA PASSADA! Grite GRAÇA! Certas montanhas que estavam bloqueando tua visão agora irão cair.
Leia Zacarias 4. Medite em Salmos 121. Memorize Salmos 19:10,119:103.Liberado esta semana… sons que te levam além! SEEING BEYOND: Let Go and Look Again! See Heaven's Pattern Entering Earth's Future! (OLHANDO ALÉM: Largue tudo e Olhe novamente! Veja o padrão dos céus entrando no futuro da Terra!) Glory of Zion se separou durante o mês de Agosto para ouvir um novo som. Escutei o Senhor dizer estas palavras: "PENSANDO E OLHANDO ALÉM!" e sabia que Ele estava dizendo que deveríamos entrar na Sala do Trono passando por tudo que tinha nos segurado no passado e insistir para ouvir Suas palavras para a próxima temporada. Eu nunca antes havia ouvido músicas de três gerações sendo fundidas e trazidas à existência como as que estão neste CD. Você ouvirá a liberação espontânea do louvor dos céus e também ouvirá as canções que foram desenvolvidas. A música "Dance, Dance, Dance" vai simplesmente te assombrar! Você será levado a um tremendo liberar emocional ao ouvir "Teach us how to pray" (Ensina-nos como orar) e "Kingdom Come" (Venha o Teu Reino). Do som fogoso de "Speed the Spoil" (Acelere o Despojo) a "Heaven's Wings" (Asas dos Céus) da LeAnn Squier, o qual irá te encher com a paz do céu, este CD te ajudará a ir além do lugar onde você estava. A música do Isaac Pierce para todos os pródigos que clamam "Quero ser limpo!" é uma música tremenda para um tempo tremendo. Você pode comprar este CD por $ 10 dólares (preço regular $14).
Dia 25
Quando entendemos os tempos, sabemos o que fazer! Obrigado por estarem seguindo os devocionais durante os últimos 20 dias. Estamos agora entrando no ano hebraico 5770 no Shabat desta Sexta à noite. O restante dos devocionais nos levarão à Festa dos Tabernáculos. Isto ajudará a desenvolver a revelação dentro de você para começar a próxima temporada nova.
Hoje ao pôr do sol começa Rosh Hashana! Revisando, ROSH HA-SHANA, o "Princípio do Ano", é marcado por duas festividades. Esta Festa do Outono (o autor refere-se ao clima vigente nos EUA) se torna o "Ano Novo Judeu". Comecei a participar dessa Festa quando entendi que o Senhor havia estabelecido três grandes festas para nos manter em Seu tempo e nos levar em direção à colheita. Rosh Hashanah anuncia o início do "Ano Novo Civil" com a "Festa das Trombetas" ou "Dia de Soar" (Yom T'ruah). Zacarias 9:14 especificamente declara que o próprio Senhor Deus fará soar o shofar quando Ele lutar nos últimos dias com os Filhos de Sião contra os Filhos da Grécia. O soar da trombeta dá início aos "Dez Dias de Temor ao Senhor" antes do Dia da Expiação. Em Levíticos 23:24-27 a celebração consistia no soar das trombetas, um tempo de descanso, e "uma oferta queimada ao Senhor". YOM T'RUAH – A FESTA DAS TROMBETAS dá início à estação e dez dias depois é YOM KIPPUR, o DIA DA EXPIAÇÃO.

Soar o shofar é um presente de Deus para nós! Através do som do shofar você pode ouvir o chamado de RETORNAR! Esse é o som que o Senhor usa para nos chamar de volta para ele, de volta à simplicidade de devoção ao Messias, de volta a uma vida criada por Suas mãos sábias – não para nossos ansiosos esforços serem cumpridos. Para melhor entender o shofar, você pode adquirir o CD "Sound of the Shofar" (Som do Shofar), preparado por Allen Faubion, o qual demonstra o propósito e o som do instrumento de Deus. Visite nossa webstore para obter mais informações. Esse som faz com que o reino celestial se mova na terra e abra o caminho para que os que estão na terra se movam nos céus. Coisas incríveis acontecem quando o shofar soa de acordo com o comando do Senhor Deus Todo Poderoso: muralhas caem (Jericó), inimigos são destruidos (Gideão), a presença de Deus se manifesta (Sinai) e o povo de Deus entra no ciclo de aliança das bençãos que Deus preparou para nós (Festas).
YOM KIPPUR, O DIA DA EXPIAÇÃO. Para relembrar: os dez dias seguinte ao soar da trombeta são conhecidos como "Dias de Temor", quando espera-se que examinemos a nós mesmos, busquemos arrependimento e façamos restituição. Kippur está conectado com a palavra redenção. Sucesso ocorre quando estamos centrados no plano redentivo de Deus para nossas vidas. Orando e buscando ao Senhor e permitindo que o Espírito de Deus nos purifique, nossa visão começa a ser refinada.
Depois disso então terminamos a celebração do iníco do ano com a Festa dos Tabernáculos. Esta é uma Festa em que estamos amadurecendo profeticamente na união de Judeus e Gentios tornando-se o novo homem. Essa festa é mencionada no Novo Testamento em João 7. Essa Festa é também conhecida como a Festa das Luzes. Que o Espírito Santo te dê nova luz e revelação para o ano adiante.
Estamos neste momento nos reunindo em uma tenda em nossa nova terra para a conferência Princípio do Ano 5770: Uma temporada de AYIN (Seu olho nos guiará)! Você pode se juntar a nós via webcast. Se você não pode participar desta reunião mas gostaria de ofertar para a terra, pode fazer isso online ou ligando para 1-888-965-1099. Ainda necessitamos de $ 200.000 dólares para nosso último pagamento da terra. Estamos entrando em uma temporada de ocupar nossa herança, cavar novos poços, e entrar na "Tenda" para habitar com nosso Deus. A letra hebraica, Ayin, é também o número 70. Prepare-se para atravessar ao "início" do ano hebraico, receber poder de guerrear para rompimentos e encontrar novos poços de vida. Prepare-se para ser PURIFICADO e preparado para celebrar o ir em direção à sua promessa.
Não estamos entrando em uma temporada pacífica. Esta temporada é sobrenatural! O povo de Deus tem que parar de ser "religioso" e parar de guerrear de sua própria maneira e entrar na temporada sobrenatural com armas afiadas. Esta é uma temporada de abrir novo solo. Quando você olha para o símbolo de AYIN, pode ver a ação necessária para rompimento. Você deve estender sua mão através das trevas em direção aos céus. Naquele ponto, o Senhor te dará força ao tocar sua mão com a mão dele. Ele liberará a Espada de Revelação que irá se unir a você para guerrear. Esta será a batalha dos OLHOS. Você batalhará com MAMON nos próximos anos. Você batalhará com vigias das trevas e "poços de trevas". Esta será uma temporada onde batalhamos com estruturas do oculto que estão tentando governar o reino da terra e nos impedir de abrir novos recursos. Que o Espírito de sabedoria e revelação descanse sobre você!
Leia Neemias 8. Medite em João 7. Memorize Zacarias 9:14.Dia 26
Começamos esta temporada soando a Trombeta. Cinquenta (50) shofares ressoaram a mudança de temporada. Na literatura midrash e na Nova Aliança, o shofar é fortemente associado com a vinda do Rei Messias de Israel. Israel será avisada do advento do Messias com o som do shofar! E o Senhor Deus soará o shofar (Zacarias 9:14). "Porquanto o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus." (1 Tessalonisenses 4:16)
Espero que muitos de vocês tenham sido capazes de unirem-se a nós nos últimos dias durante a Reunião do Princípio do Ano (head of the Year). Começamos esta temporada de AYIN, 5770, em uma tenda no terreno que o Senhor nos deu como herança. Você tem um futuro e uma esperança. No meio do lodo e da lama da temporada passada, você tem uma grande esperança para o futuro. Martin e Norma Sarvis, de Israel, foram nossos convidados. Ela compartilhou que Israel tem passado a maior seca da história moderna. Depois do soar dos shofares, recebemos este relatório de Israel: `Começou a chover! A chuva de outono é a chuva TEMPORÃ para você plantar. Sendo assim, no início desta temporada, a chuva começou a cair. Clame pela chuva SERÔDIA que é a chuva da primavera perto do tempo de amadurecimento das plantas e dos grãos para colheita. Não perca essa reunião histórica que tivemos no terreno. Você pode comprar CD ou DVD em nossa webstore ou ligue para 1-888-965-1099.
YOM KIPPUR, O DIA DA EXPIAÇÃO
Relembrando, os dez dias seguintes ao soar da trombeta é conhecido como "Dias de Temor", onde devemos examinar a nós mesmos, buscar arrependimento e fazer restituição. Essa chegada do Rei dos Reis e Senhor dos Senhores certamente nos leva a "corrigir nossos atos". Conforme Pedro resume o final de uma era, "Virá, entretanto, como ladrão, o Dia do Senhor, no qual os céus passarão com estrepitoso estrondo, e os elementos se desfarão abrasados; também a terra e as obras que nela existem serão atingidas. Visto que todas essas coisas hão de ser assim desfeitas, deveis ser tais como os que vivem em santo procedimento e piedade, esperando e apressando a vinda do Dia de Deus" (2 Pedro 3:10-12)
Kippur está ligado com a palavra redenção. Kippur significa `resgate por meio de um substituto.' Nesse dia um bode era morto e outro, sobre o qual os pecados da nação foram confessados, era levado para o deserto da Judéia e solto. Era considerado `amaldiçoado' – e em Israel, a palavra comum de maldição no hebraico é "bode expiatório". Em tempos modernos, alguns judeus compram uma galinha e confessam seus pecados sobre ela como portadora de pecados antes de matá-la. Muitos judeus realizam "Tashlich" – jogam pedras em rios, simbolizando seus pecados, enquanto recitam Miquéias 7:18-20. No Dia da Expiação, todos os judeus religiosos e muitos não religiosos passam o dia na Sinagoga, confessando seus pecados e buscando perdão e uma "Boa Assinatura" no Livro da Vida para o ano que está chegando.
João Batista viu Yeshuah dirigindo-se a ele enquanto estava submergindo aqueles que tinham se arrependido no Rio Jordão, e chamou, "Hineh! Seh haElohim ha'noseh hatat ha'Olam!" – Vejam! O Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo." Há duas principais palavras para "perdão" em hebraico. Uma delas é soleah (como em Salmos 25:11), que tem a ver com perdoar. Outra, porém, noseh (versículo 18 do mesmo Salmo), cuja raiz tem a ver com carregar ou "levar" os pecados. Devemos ser perdoados, e nossos pecados têm que ser levados embora. O versículo 22 chama Elohim para "Redimir a Israel de todas as suas tribulações." Somente Ele pode prover a redenção ... e somente no sangue de Seu Filho. Sucesso ocorre quando estamos centrados no plano redentivo de Deus para nossas vidas. Orando e buscando ao Senhor e permitindo que o Espírito de Deus nos purifique, nossa visão começa a ser refinada.
Arrependimento não é uma palava que devemos resistir. Por causa do sacrifício de Jesus, Sua morte e o derramar de Seu sangue, há um temor e uma gratidão que podem provocar arrependimento verdadeiro. Abaixe-se o mais baixo possível quando você se aproxima do trono de Deus diante daquele que deu Sua vida imaculada para te salvar do plano do inferno.
Leia Romanos 3 and Romanos 11.
Dia 27
Os Dez Dias de Temor no início de cada Ano Novo nos lembram da oportunidade de nos limparmos e estarmos livres de todas as manchas da temporada passada. A cada ano, não importa o quanto a guerra de nossas circunstâncias parecem nos bombardear, há muitas bênçãos para recebermos e aceitarmos. Recentemente, cheguei em casa do trabalho, depois de uma viagem de 3 dias, e encontrei Isaac, nosso filho de 20 anos, tocando piano. Podia ouvi-lo cantar e fui atraido ao seu quarto. Conforme ouvi cuidadosamente, pude ouvir a palavra "LIMPO" sendo cantada diversas vezes. Ele escreveu uma canção sobre o Filho Pródigo que queria voltar para casa. Nessa canção há um clamor por retornar e ser limpo. A canção "Clean" (Limpo) está incluida em nosso novo CD, "Seeing Beyond: Let Go and Look Again! See Heaven's Patterns Entering Earth's Future." (OLHANDO ALÉM: Largue tudo e Olhe novamente! Veja o padrão dos céus entrando no futuro da Terra!) Você pode visitar nosso website para comprar este CD que também inclue"Dance, Dance, Dance", "Teach Us How To Pray", "Kingdom Come", "Speed the Spoil", "Heaven's Wings" e 9 outras canções.
Muitos de nós tem olhado para a palavra arrependimento como uma palavra ruim, conectada com algo que fizemos e é vergonhoso. Arrependimento é sair do pecado, desobediência ou rebelião. Entretanto, esse ato não somente inclue essa mudança de rumo, mas também o voltar-se para Deus (Mateus 9:13; Lucas 5:32). Arrependimento significa mudança de mentalidade (Gn 6:6-7) ou um sentimento de remorso ou pesar por condutas passadas (Mateus 27:3). Entretanto, devemos nos lembrar que "há júbilo diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende" (Lucas 15:10). Há júbilo por causa de nosso relacionamento com Deus e outras mudanças. Começamos a seguir para uma nova direção, saindo do caminho de destruição que parecia estar nos levando como se estivéssemos em uma passarela automatizada. Davi recebeu essa mensagem. João Batista pregou esse mensagem. Jesus demonstrou a graça e o amor dessa mensagem com a mulher no poço e a mulher pega em adultério (João 4 e João 8). Depois da crucificação e ressurreição de Jesus, Seus discípulos continuaram Sua mensagem de arrependimento e fé.
Arrependimento é uma mudança em tua vida da morte para a vida. Você deixa maldade e obras mortas (Atos 8:22; Hb 6:1). Você segue em direção a Deus e Sua glória (Atos 20:21; Ap 16:9), vida eterna (Atos 11:18) e conhecimento da verdade (2 Tm 2:25). A Bíblia Ilustrada Nelson diz, "Arrependimento está associado com oração (1 Reis 8:47), crença (Marcos 1:15), Batismo (Atos 2:38) e conversão (Atos 3:19) e está acompanhado por humildade (Mt 11:21). Arrependimento é o desejo e prazer de Deus (Lucas 15:7-10; 2 Pedro 3:9), assim como Seu mandamento (Marcos 6:12; Atos 17:30). É um presente de Seu amor soberano (Atos 5:31; 11:18; Rm 2:4; 2 Tm 2:25), sem o qual não podemos ser salvos (Lucas 13:3)."
Entre nesses dias com alegria em seu coração associada com o sair de qualquer coisa da temporada passada que tentou te roubar vida em abundância.
Leia João 4 e João 8. Medite no arrependimento de Pedro quando experimentou a bondade de Deus em Lucas 5. Memorize Atos 2:38; 3:19; 20:21; 26:20.Bibliografia:
1 PIERCE, Chuck D. A Time to Watch Again! Begin this 40 Days of Angelic Assistance! Glory of Zion Ministries International. URL: http://www.glory-of-zion.org/outmail/8-27-09_ATimeToWatchAgainOnline.htm. Tradução e revisão: Nancy Arenas, 2009.

Um comentário:

Aurelio MC Gomes disse...

A paz do Senhor! Convido te a participar da:

1ª Blogagem coletiva: Sinais do fim dos tempos – Prenúncios da volta de Cristo!

Após ser inquietado pelo Espírito Santo de Deus, aqui estou propondo a “1ª Blogagem coletiva: Sinais do fim dos tempos – Prenúncios da volta de Cristo!” que tem como meta mostrar os mais diversos sinais que antecedem a volta de Cristo e que a cada dia se cumprem.
Se você quiser participar, deverá publicar em seu blog um post relacionado ao tema proposto “Sinais do fim dos tempos - Prenúncios da volta de Cristo!” – no próximo dia 30 de Novembro.
As regras para participar e mais detalhes estão no meu blog: Eu sou o mensageiro!
Endereço do blog: http://aureliomcgomes.blogspot.com/
Obrigado pela atenção, peço e espero que você participe.
Faça a diferença.